quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA



 A intolerância religiosa devia ser considerado crime inafiançável.

Situações que ocorrem no dia a dia do nosso país nos remontam á Idade Média, Uma delas é a intolerância religiosa, que parece ter se perpetuado com o tempo.
    Dados preocupantes foram divulgados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. As denuncias de Intolerância religiosa recebidas pelo disque 100 cresceram mais de sete vezes em 2012,quando comparada com a estatística de 2011. Embora signifique um aumento de 625%, a própria secretaria destaca que o salto de 15 para 109 casos registrados no período, não representa a real dimensão do problema.
    Ou seja, o buraco é mais embaixo. Há muito mais denúncias que não chegam ao conhecimento do poder público, mesmo existindo a lei 9.459, de l.997, que considera crime a prática de discriminação ou preconceito contra religiões.
    O preconceito é generalizado e ele parte muitas vezes de grupos religiosos que acreditam ter nos seus ensinamentos a ¨verdade absoluta¨, Deus é único, independente do nome que Ele receba, e a verdade nunca foi absoluta.
    A intolerância religiosa é um atraso dos mais vergonhosos e contra eles existem o ecumenismo e o respeito á crença (e até a descrença) de cada um. É inconcebível julgar alguém por aquilo que ele acredita. JÁ É TEMPO DE DARMOS UM BASTA NESSE CRIME,

Nenhum comentário:

Postar um comentário